Sobre os noivos

Um pouco da nossa história...

De almas sinceras a união sincera
Nada há que impeça: amor não é amor
Se quando encontra obstáculos se altera
Ou se vacila ao mínimo temor.
Amor é um marco eterno, dominante,
Que encara a tempestade com bravura;
É astro que norteia a vela errante
Cujo valor se ignora, lá na altura.
Amor não teme o tempo, muito embora
Seu alfanje não poupe a mocidade;
Amor não se transforma de hora em hora,
Antes se afirma, para a eternidade.
Se isto é falso, e que é falso alguém provou,
Eu não sou poeta, e ninguém nunca amou.

- William Shakespeare
(trad. Bárbara Heliodora)

 

Imagem Sobre

Mariana e Bruno se conheceram numa festa de Natal, em 2012. Bruno vinha de Genebra, fazia escala em São Paulo e chegou bem cedo porque queria conhecer a Mariana. Mariana vinha da Granja Viana, só chegou depois da meia-noite e passou boa parte da festa tentando reconciliar um casal que havia brigado. Trocaram alguns olhares, algumas poucas palavras quando a noite já ia alta, e poderiam ter sido apenas "extraños, nada más"...

Bruno lembrou disso quando chamou Mariana para jantar pela primeira vez, um mês depois. Cantarolou “Strangers in the Night”, provou todos os drinques que Mariana lhe sugeriu. Contaram suas histórias e, quando se despediram nesse que seria o primeiro de muitos outros encontros, a noite já ia alta e os dois podiam imaginar o que viria a acontecer.

O namoro começou no Sábado de Carnaval de 2013, ao som do piano tocado no Baretto. Nesse dia, chovia muito.  O Bruno veio de Brasília e foi buscar Mariana, que estava com o pé quebrado. Seguiram-se muitos encontros, muitas viagens, muitos abraços e muitos sorrisos. Foram horas e mais horas de telefonemas, milhares de mensagens. "Ai que saudade d'ocê"... 

Seguiu-se uma luta constante contra a distância, contra a saudade e contra os medos que cada um leva dentro de si. Várias vezes os noivos quiseram desistir, várias vezes algo os impulsionava a seguir em frente e recomeçar, mesmo quando tudo parecia maluquice.

Alguma coisa maior e mais profunda os manteve juntos, mesmo quando estavam separados. Quando o Bruno foi trabalhar na China, de alguma maneira, a Mariana estava lá com ele e ele estava aqui com ela. “Hello from the other side”, diziam um ao outro, disfarçando a voz embargada e o coração apertado.

Essa força cósmica, mais forte que a distância, do que o tempo, do que a alta no preço das passagens aéreas, é o Amor.

É em nome desse Amor que Tudo Vence, aquele que os noivos nutrem um pelo outro, desse Amor de quase quatro anos resistindo a muitas privações e provações é que, neste Sábado de Carnaval de 2017, os noivos passarão a ser o que quiseram ser desde sempre: "Eu pra você, você pra mim".